Seguidores

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

VIAGEM 1



Um dia numa estrada Mineira !!!
Ouvia Pat Metheny !!!
Pensava nessas oportunidades
extremamente Maravilhosas !!
Que a vida nos presenteia !!!
Será que sabemos 
aproveita-las ?

TRISTEZA !!!


Outro dia escrevia sobre 
a Felicidade 
de uma Tartaruga...
Afinal como eu saberia...
se ela seria Feliz ou Infeliz ?
Hoje escrevo sobre a
Infelicidade de um Pássaro ...
O que será exatamente isso ?
Alguém sabe explicar ?


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O MENINO E A BOLA !!!


Brasileiro de Almeida adorava Futebol...
Sempre que podia ouvia algum jogo...
No seu casebre só tinha um Radio velho 
que o avo falecido tinha esquecido !!! 



quarta-feira, 28 de setembro de 2011

TARTARUGA !!!



Poder viver no Mar,
quase que permanentemente...
é para poucos ....
A tartaruga é muito feliz...
sem saber realmente...
o que é a Felicidade...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

O ELEFANTE DA MARINALVA !!!


Marinalva encontrou um Elefante bem pequenininho !!!
Agora teria mais um amigo para conversar !!!
Mais um amigo para passear !!!
Agora mais um desafio :
Descobrir do que ele gosta !!!
Batizou ele de 
Elefante Infante !!!

MARINALVA !!!


Quero e não quero....
Estou querendo passear....
pela minha mente...
mas meu cérebro....
não deixa...
Assim não vou poder reclamar...
ou mesmo clamar...
Quem sabe assim
deixarei de amar..
o Mar ...

Marinalva !!!


Marinalva adora
Machado de Assis
e Shakespeare !!!
Devagar esta lendo
E relendo esses dois
Gênios da Literatura...
Do Brasileiro escolheu os contos...
Do Inglês escolheu Romeu e Julieta !!!
Em breve ela nos contará algo...
Aguardemos..

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

MARCIA



Marcia...
era pintora de painéis ...
começava bem cedo ...
e terminava bem de noite...
todo dia...
a mesma rotina...
Ainda estava presa naquele 
Painel da Liberdade !!!


domingo, 25 de setembro de 2011

ESQUILO



Esquilo queria contar 
alguns segredos ...
Estava sempre atento 
aos visitantes da Floresta !!!
Cada um chegava com uma
história diferente...
e ele prestava atenção 
em todos...
Queria ser escritor !!!

sábado, 24 de setembro de 2011

NO CHÃO !!!




Depois de tantos anos...
encontrei o trabalho
daquele artista...
no chão !!!
De inicio, fiquei revoltado...
Valia tanto...
e agora ?




sexta-feira, 23 de setembro de 2011

MARINALVA !!!!


Tem dias que ela sabe de tudo...
É como se carregasse dentro dela..
varias certezas e talvez...
uma incerteza inexistente !!!
Então já tendo uma solucao !!!
Vai em busca das não conclusões ...
As vezes ela esquece...
que independentemente dos
sinais e signos...
Afinal alguém erra !!!
Menos Marinalva !!!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Marinalva !!!


Marinalva tinha decidido :
Agora quero silencio !!!

Amar ?
Amei !!!

Pensar ?
Pensei !!!

Tentar ?
Tentei !!!

Voar ?
Voei !!!


quarta-feira, 21 de setembro de 2011

UNGARETTI

LA PIETÁ



1.




Sono un uomo ferito.

E me ne vorrei andare
E finalmente giungere,
Pietà, dove si ascolta
L'uomo che è dolo con sé.

Non ho che superbia e bontà.

E mi sento esiliato in mezzo agli uomini.

Ma per essi sto in pena.
Non sarei degno di tornare in me?

Ho popolato di nomi il silenzio.

Ho fatto a pezzi cuore e mente
Per cadere in servitù di parole?

Regno sopra fantasmi.

O figlie secche,
Anima portata qua e là...

No, odio il vento e la sua voce
Di bestia immemorabile.

Dio, coloro che t'implorano
Non ti conoscono più che di nome?

M'hai discacciato dalla vita.

Mi discaccerai dalla morte?

Forse l'uomo è anche indegno di sperare.

Anche la fonte del rimorso è secca?

Il peccato che importa,
Se alla purezza non conduce più.

La carne si ricorda appena
che una volta fu forte.

E' folle e usata, l'anima.

Dio, guarda la nostra debolezza.

Vorremmo una certezza.

Di noi nemmeno più ridi?

E compiangici dunque, crudeltà.

Non ne posso più di stare murato
Nel desiderio senza amore.

Una traccia mostraci di giustizia.

La tua legge qual è?

Fulmina le mie povere emozioni,
Liberami dall'inquietudine.

Sono stanco di urlare senza voce.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

CONVERSAS....


Tenho conversado muito...
com as Árvores... 
com os Animais...
e a cada conversa... 
descubro que o segredo..
são as pessoas...
que ora se comportam
de uma maneira ora de outra...
Devagar vou escrevendo...
o que me contaram...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

" Talvez sonhar ! " Shakespeare



"Ser ou não ser, eis a questão !
.....
....
....
Talvez sonhar ! Sim, eis aí a dificuldade !
Porque é forçoso que nos detenhamos a considerar
que sonhos possam sobrevir, durante o sono da morte,
quando nos tenhamos libertado do torvelinho da vida.
Aí, está a reflexão que torna uma calamidade a vida
assim tão longa ! Porque, senão,quem suportaria os
ultrajes e desdéns do tempo, a injúria do opressor,
a afronta do soberbo, as angústias do amor desprezado,
a morosidade da lei, as insolências do poder e as humilhações
que o paciente mérito recebe do homem indigno, quando ele próprio
pudesse encontrar quietude com um simples estilete ?
.....
....
....
Agora Silencio ! ....
A bela Ofélia !
Ninfa, em tuas orações, recorda-te de meus pecados !!!


Shakespeare,
Hamlet Ato III, cena 1

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

MARINALVA !!!!


Marinalva resolveu conhecer Vulcano,
conhecido na Mitologia Grega como o
Deus do Fogo e o
Criador da Primeira Mulher !!!
Quem sabe assim encontraria a relação que
pode existir entre as Mulheres e o Fogo !!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

HERACLITO



Este filósofo sempre me chamou a atenção. Certamente vocês vão lembrar da obra dele, citarei apenas 4 fragmentos da Edição Portuguesa como um estímulo a uma boa leitura.


III Não sabendo ouvir, não sabem falar.


IV Ignorantes: ouvindo, parecem surdos; o dito lhos atesta: presentes, estão ausentes.


XLIX Nos mesmos rios entramos e não entramos, somos e não somos.


L Não é possível entrar duas vezes no mesmo rio.




Para quem quiser mais. Sugiro duas obras:


1. Donaldo Schuler
Heráclito e seu (dis)curso,
LPM Pocket, Porto Alegre, 2007
ISBN 978-85-254-1003-0
Uma edição mais em conta.


2. Heraclito, Fragmentos Contextualizados
Tradução Alexandre Costa
Imprensa Nacional, Lisboa 2005
ISBN 972-27-1358-2
Uma edição mais primorosa.

sábado, 10 de setembro de 2011

Amar !!!


Amar sempre !!!
Pois sem o Amor ...
A Vida fica sem sabor...
Sem Saber !!!

" Então, vendo a mulher que aquela arvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, comeu, e deu a seu marido, e ele também comeu "
Gênesis 3,6

Saber demais ?
Faz se amar 
mais e melhor ...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

MARINALVA !!!





Não se rebaixe. Eleve !!!
Não se escravize. Liberte !!!
Não ensombre. Ilumine !!!
Não reclame. Desculpe !!!
Não desprimore. Dignifique !!!
Não fuja. Permaneça !!!
Não dispute. Conquiste !!!
Não estacione. Renove !!!
Não exceda. Domine-se !!!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

MARINALVA !!!




Não se irrite. Sorria !!!
Não grite. Converse !!!
Não ignore. Estude !!!
Não desajuste. Harmonize !!!
Não se lastime. Avance !!!
Não complique. Simplifique !!!
Não se marginalize. Trabalhe !!!
Não se menospreze. Eduque-se !!!
Não se queixe. Compreenda !!!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

GUILHERME DE ALMEIDA (1890-1969)





ESSA QUE EU HEI DE AMAR


Essa que eu hei de amar perdidamente um dia...
será tão loura e clara e vagarosa e bela,
que eu pensarei que é sol que vem pela janela
trazer luz e calor a esta alma escura e fria.


E, quando ela passar, tudo o que eu não sentia
da vida há de acordar no coração que vela.
E ela ira como o sol, e eu irei atrás dela
como sombra feliz... - Tudo isso eu me dizia,


Quando alguém me chamou. Olhei um vulto louro
e claro e vagaroso e belo, na luz do ouro
do poente me dizia adeus como um sol triste.


E falou-me de longe:- "Eu passei a teu lado,
mas ia tão perdido em teu sonho dourado,
meu pobre sonhador, que nem sequer me viste! "

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

MARINALVA !!!






Entre a curiosidade e a admiração
O fogo fascina -
Mas apenas incita enquanto e porque queima
Pois ao afastar a brasa do fogo, ela logo deixa perde suas labaredas
Esfria-se, apagam-se suas luzes.
Os estalos e as labaredas deixam de existir.
A fascinação se perde, ao apagar das chamas,
Pois não há mais o que temer,
Não há mais nada a cuidar.
O que era belo, o que intrigava vira apenas rocha
Enegrecida e dura...
E então, os meninos logo encontram algo novo para brincar e se divertir...