Seguidores

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

UMBERTO ECO- SOBRE OS INSULARES (1/5)


Os países da Utopia ficam (afora algumas exceções isoladas, como o reino do Preste João ) numa ilha. A ilha é sentida como um não lugar , inalcançável, onde se chega por acaso mas ao qual uma vez deixado, não será possível retornar. Assim, somente numa ilha pode realizar-se uma civilização perfeita, da qual só saberemos por meio de lendas.
Embora a civilização grega vivesse entre arquipélagos e certamente fosse afeita as ilhas, é somente em ilhas misteriosas que Ulisses encontra Circe, Polifemo ou Nausicaa. Ilhas são aquelas que se desdobram nas Argonáuticas de Apolônio de Rodes, Bem-Aventuradas ou Afortunadas são as ilhas as quais aproa São Brandano durante sua navigatio, numa ilha  fica a cidade de Utopia  de Morus, em ilhas florescem as ignotas e perfeitas civilizações almejadas entre os séculos XVII e XVIII, desde a Terra Austral de Foigny ate a ilha dos Severambes de Vairasse.



DO LIVRO :
UMBERTO ECO
A MEMORIA VEGETAL
ISBN 978-85-01-08332-6

2 comentários:

  1. Laura,
    Ho diviso il testo in cinque brani.
    Sempre un piacere ritrovarti.
    Sei molto gentile !!
    bacione !!!

    ResponderExcluir