Seguidores

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

ANÔNIMA DISSE :

  



Caríssimo,

Que faço com essa vontade de estar ao pé de ti
Apenas te observando
Apenas te conhecendo?


Que eu faço com essa ânsia que me consome
Como náufrago
Em noite de tempestade


E o que faço com todas essas mensagens
Que quero te dar
Mas que apenas sepulto em garrafas
E lanço-as ao mar...


Caríssimo, sê meu -
... Ainda que ao longe.

3 comentários:

  1. Todas essas ancias e cartas,jogai fora e nao te sofra mais...porque, nenhum amor é verdadeiro e nem dura pra sempre!

    ResponderExcluir